Page Nav

HIDE

Gradient Skin

Gradient_Skin

Últimas notícias

latest

Nesta terça, CPI discute quebra de sigilo de Barros e Miranda

Pauta foi decidida pelo senador Omar Aziz Sob determinação do presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz, a Comissão irá discutir nesta t...

Pauta foi decidida pelo senador Omar Aziz


Sob determinação do presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz, a Comissão irá discutir nesta terça-feira (3) os requerimentos de pedidos de quebra de sigilo telefônico, bancário, fiscal e telemático dos deputados Ricardo Barros e Luis Miranda.

Os requerimentos foram apresentados pelo senador Alessandro Vieira, que espera esclarecer o nível de proximidade de Miranda com integrantes do governo federal, além de investigar a versão do deputado, de que Bolsonaro teria dito que “isso é coisa do Ricardo Barros”, ao ouvir sobre as denúncias de supostas irregularidades no contrato de compra da vacina Covaxin.

Os senadores também almejam descobrir maiores informações sobre as relações entre Barros e a Precisa Medicamentos, representante do laboratório Bharat Biotech no Brasil no período investigado pela Comissão.

O requerimento afirma que Luis Miranda “tem demonstrado proximidade com atores estratégicos do governo federal, Ministério da Saúde e demais parlamentares, o que indica sua relação e [seu] conhecimento de possíveis casos de prevaricação, corrupção, concussão, condescendência criminosa e muitos outros tipos penais que poderiam ser enquadrados nas condutas descritas pelos irmãos [Miranda] durante o depoimento nesta CPI”.

Vieira também argumenta sobre Ricardo Barros, que se trata “de pessoa cujas ações representam o governo e cujo comportamento simboliza a qualidade e a natureza da administração pública federal do Brasil de hoje”, uma vez que ele foi “indicado pelo chefe do Executivo federal para a importante função de líder do governo federal na Câmara dos Deputados”.

Pierre Borges - Pleno News

Nenhum comentário