Shopping Popular da Estrutural
Paulão deixa ( PT ), CARTA ABERTA AOS TRABALHADORES DO DISTRITO FEDERAL - Estrutural On Line

Últimas notícias

Post Top Ad

Galeria Estrutural on line logo%2Bexalte%2Bao%2Bsenhor%2Bpara%2Bo%2Bblog

Post Top Ad

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA

02/03/2013

Paulão deixa ( PT ), CARTA ABERTA AOS TRABALHADORES DO DISTRITO FEDERAL


Paulão a esquerda de Agnelo na foto
 
Abaixo carta de desfiliação entregue ao PT no dia 28 de fevereiro pelo Paulão da Estrutural enviada ao PT-DF, leia abaixo a carta e o porque da desfilicação:
.
Hoje (28/02) ao me desfiliar do Partido dos Trabalhadores morre um sonho de ver um país onde a ética traria vida digna aos mais humildes. Fica a frustração com tantas denúncias de corrupção no partido que prometia ao Brasil combater essa prática lesiva ao erário. O PT E é igual ao PSDB de Azeredo.

Comecei minha militância no PT em 1992 em plena efervescência do movimento histórico do Fora Collor. Acreditava em um novo país. Ia às ruas convicto de que com saída de Collor nascia um novo Brasil. Hoje, decepcionado, sonho com um novo movimento de transformaçao social, povo nas ruas gritando: Fora fastas !

Em 2003 fui diretor do Sindicato dos Vigilantes – SINDESV-DF. Não me arrependo. Apesar de ser contra a eternização dos diretores que querem se perpetuar no poder. Mudanças são saudáveis para transformações sociais e respeito aos anseios do conjunto dos trabalhadores.

Em 2008 em uma composição política com o PCdoB fui eleito vice-prefeito comunitário da Estrutural, cargo que ainda em exerço. No entanto, como o atual prefeito ocupa um cargo público sou o prefeito comunitário em exercício, conforme rege o Estatuto da associação.



 Veja no blog
http://apoliticaeopoder.blogspot.com.br/2013/02/esse-cara-nao-sou-eu.html
 
O PT não entrava na Estrutural em função do triste episódio da polícia assassina do pt quando na calada da noite, torturou, invadiu casas sem mandado e matou covardemente. As cenas de barbárie até hoje fazem parte da história de nossa cidade.

Mesmo com toda adversidade ao PT na Estrutural na campanha para governador ao GDF em 2006 conseguimos 009% dos votos para então candidata do PT Arlete Sampaio. Em 2010 o avanço do Partido dos Trabalhadores na cidade foi significativo: Agnelo obteve 42% dos votos válidos e hoje como nos tempos de do governo do pt em 1995 na Estrutura,o vermelho volta a assustar porque não cumpriu nenhuma das promessas que fez em campanha.


Minha desfiliação ao Partido dos Trabalhadores acontece exatamente pelos os reflexos de vários fatores que deixam o PT com a mesma cara de partidos de alugue, cujo, o único objetivo, é sangrar o erário. O PT governa para os ricos, embora para chegar ao poder use e abuse dos votos dos pobres. E essa não é minha ideologia.

Um partido que combatia as privatizações, corrupção, Sarney, Renan Calheiros, Collor, Romero Jucá, e tantos outros fichas-sujas, da política nacional, metia um carro de som na rodoviária do Plano Piloto descendo o pau no que o PT considerava o escracho do país, o atraso, hoje, os principais dirigentes do PT comem açaí com farinha da mesma tigela. Lula é maior defensor de Sarney.

Porém, reconheço que ainda há no PT parlamentares que têm brios e honram seus mandatos. Respeitam seus eleitores e a militância do PT, não há nada que desabone suas condutas no Parlamento ou mesmo em suas vidas particulares. E posso citá-los sem medo de cometer qualquer injustiça.

O que existe de errado para se falar mal de um Wasny de Roure, do Chico leite e da Érika Kokay? Nada. E dou destaque ao mandato da companheira Érika Kokay, que não compactua com o modo de governar da Agnelo Queiroz. Érica expressa o sentimento da velha e verdadeira militância do PT. O dinheiro do povo é para ser aplicado de maneira correta na saúde, segurança e educação e não em estádio de futebol.


Fiz vários amigos no PT. Deixo aqui um abraço fraterno a todos sem citar nomes para não cometer injustiça. Alerto para que abram os olhos e ponham os pés no chão. O que está instalado no Palácio do Buriti é um governo sem rumo ou direçao e com total desaprovação da sociedade do Distrito Federal. Lembrem-se: nossa ideologia é a de se eleger governantes capazes de transformar vidas e os rumos das desigualdades sociais e não um governo que assina contratos obscuros em Cingapura.

Por Márcio Poli

RABALHADORES DO DISTRITO FEDERAL

- See more at: http://docafezinho.com.br/#sthash.u8rlRWHX.dpu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade